Publicidade

Publicidade
21/10/2008 - 19:43

O blog vai à Mostra VI: Guy Ritchie se repete

Compartilhe: Twitter

Se você gostou de “Jogos, Trapaças e Dois Canos Fumegantes” (1998) e/ou de “Snatch – Porcos e Diamantes” (2000), não perca tempo e garanta o seu ingresso: vem aí “RocknRolla – A Grande Roubada”, o novo filme do cineasta britânico Guy Ritchie.

Quem viu os dois filmes anteriores, nem precisa ler o que vou escrever, pois “RocknRolla” é uma cópia do anterior, que era muito parecido com o primeiro. Ou seja, há dez anos Guy Ritchie, recém-separado da cantora Madonna, vem fazendo um mesmo filme.

Para quem não viu os dois primeiros, Ritchie especializou-se num gênero “esperto”, o filme de gangster inglês em ritmo de comédia. Seus personagens são sempre bandidos e escroques de terceiro escalão, com nomes engraçados. Ingleses e imigrantes. Falam muita gíria com a língua enrolada (o título do filme é uma expressão inventada e diz respeito a um roqueiro doidão). São violentos, mas burros. Bem-humorados, mas com algum mistério a esconder. E se encontram e desencontram em trapaças, ardis e traições de todo o tipo. Os diálogos são rápidos e inteligentes, como em seriados de tevê.

Ritchie, autor também do roteiro, parece tão distante do mundo que descreve que temos a sensação de estar vendo uma história em quadrinhos. Não deixa de ser divertido, mas inconseqüente e com pouco a acrescentar.

Ainda restam três sessões de “RocknRolla”: na quinta-feira, 23, às 14h, no Espaço Unibanco Pompéia; no sábado, 25, às 22h30 no Unibanco Arteplex; e na quinta-feira, 30, às 17h20, no Espaço Unibanco Augusta.

Autor: - Categoria(s): Cultura Tags: , , ,

Ver todas as notas

Os comentários do texto estão encerrados.

Voltar ao topo