Publicidade

Publicidade
08/11/2009 - 19:25

“Ahmadinejad, o Rio te beija”

Compartilhe: Twitter

Rio, 35 graus. Domingo de praia lotada – e policiamento reforçado na orla entre Ipanema e Leblon. A cada 500 metros, na pista interditada para veículos, há um carro do 23º Batalhão, com dois PMs dentro. No posto da PM no Arpoador, seis policiais vestidos com roupa de guerra seguram fuzis e encaram a multidão que se aperta naquele cantinho de areia.

Segundo o comandante do 23º BPM, a tropa na praia é parte de uma operação que vai durar todo o verão. Inclui 10 carros e 60 soldados. Nas duas ruas que ligam Copacabana a Ipanema, policiais fazem blitz, parando carros e ônibus. Uma briga seguida de uma série de furtos no Arpoador causou pânico no sábado. “Foi um princípio de tumulto”, segundo a PM.

Não é a praia que o carioca está acostumado a ver. Também espanta no calçadão a poluição visual provocada por dois acontecimentos que não dizem respeito ao domingo de sol: as eleições para a presidência do Flamengo e para a Ordem dos Advogados do Brasil, seção Rio. Candidatos espalham outdoors móveis por toda a orla. Um dos candidatos à OAB promove uma caminhada, atrapalhando o exercício de quem corre ou anda. Um dos candidatos ao comando do Flamengo distribui panfletos, ajudando a sujar a calçada.

Mas nem tudo está perdido. De bom humor, vascaínos circulam pela praia exibindo a camisa do time que na véspera assegurou a volta à primeira divisão do Brasileiro. No céu, um daqueles pequenos aviões que carregam faixas com publicidade, intriga os banhistas com a mensagem que exibe: “Ahmadinejad, o Rio te beija”.

A faixa é ilustrada nas duas pontas com as cores do arco-íris, símbolo do movimento gay. Trata-se de um protesto bem-humorado contra a visita do presidente do Irã, que deve chegar a Brasília no próximo dia 23, para um encontro com o presidente Lula. Em 2007, Ahmadinejad declarou não existirem gays no Irã.

Atualizado às 10h10 de 9 de novembro: Segundo “O Globo” desta segunda-feira, não se sabe quem é o autor da faixa vista na orla no domingo. O representante de uma entidade gay afirmou não ter entendido se a faixa é uma provocação ao presidente do Irã ou ao próprio movimento de defesa dos homossexuais. E um representante da comunidade judaica especulou que a faixa pode ter sido encomendada por simpatizantes de Ahmadinejad em resposta às manifestações contra a visita do presidente do Irã ao Brasil. A empresa responsável pela propaganda afirmou não ter autorização para revelar quem é o seu cliente.

Autor: - Categoria(s): Brasil, Crônica Tags: , , , , ,

Ver todas as notas

19 comentários para ““Ahmadinejad, o Rio te beija””

  1. […] This post was mentioned on Twitter by Mauricio Stycer, Andréa. Andréa said: RT @mauriciostycer: “Ahmadinejad, o Rio te beija”. http://migre.me/b1Kh […]

  2. Henrique disse:

    Acho uma verdadeira besteira isso, pois os brasileiros deveriam respeitar os costumes dos outros…pois se ele diz que la não existe que mal tem isso ! importem-se com o brasil é não com o Irã…

  3. lucio disse:

    Não vejo relação do país da burka com o do fio dental. Só na cabeça do lula mesmo, para dispensar a obrigatoiedade de visto para entrada no país. Brasileiro ñ irá ao irã. Agora eles trarão seu escritorio e seu terrorrismo pra cá. VALEU LULA!!!

  4. Paulo José disse:

    Sempre vi estes posicionamentos das viaturas na orla, o restante tá apitando pros carros nas esquinas de Copacabana.
    O resto é piada né Stice boy, principalmente o companheiro do Islã (que não tem gays…), funny people those presidents.

  5. BR disse:

    O RIO DEVERIA TROCAR DE NOME, DEVERIA SE CHAMAR ” FAVELAS DA MÃE JOANA” O RIO É UM LIXO

  6. np disse:

    Esse terrorista assassino e opressor não deveria nem ser aceito no Brasil, Sou carioca e com tão essa. o Rio beija esse desumano que nem merece q seu nome seja falado.
    fora do Brasil Assassino.

  7. Silvia disse:

    Uai Mauricio … cliquei no link da sua materia esperando ler sobre Ahmadinejad, talvez com Lula, ou sobre as relacoes com o Brasil, ou sobre o Ira pois o titulo se refere a ele … e tudo o que vi foi enchecao de linguica sobre outros assuntos e so no finalzinho aparecem duas linhas no final da materia condizentes com o titulo. Adoro ler seus artigos, mas esse foi totalmente nada a ver.

    • Mihai Cauli disse:

      Mauricio não entendeu a seriedade do protesto dos cariocas em passeata contra Ahmadinejad. Quanto à faixa do beijo, é bem provável que no Irã seja crime beijar alguém. Em suma, mais foco, mais análise, melhor informação, Maurício.

  8. Devair Rosa de Lima disse:

    Este Senhor da Guerra e provável construtor da bomba atômica, que colocará todo o mundo em risco, não deveria sequer ser recebido no Brasil e a comunidade internacional, deveria se revoltar com sua postura belicista.
    Todavia, como naquele país miserável, onde a maioria passa fome, devemos sim, manter uma relação comercial com eles e trocar seus ppetrodólares por alimentos e amenizar um ppouco a miséria da população.

  9. Léo Costandrade disse:

    Tai, até protestando os gays são originais e bem humorados, quanto a vinda de Ahmadinejad é um sinal da excelência da política externa do atual governo federal, nós não precisamos compartilhar das ideias, mas temos o dever de respeitarmos os governos legítimos dos demais paises e é claro não devemos viver balançando a cabeça afirmativamente para os Estados Unidos e a europa tal qual vaquinha de presépio como sempre fizemos, o panorama político mundial mudou muito e o atual governo do Brasil está sabendo se impor, ainda bem!.

  10. ivan disse:

    Sou paulista,e sei que este espaço não foi reservado p/ este tipo de comentario,todavia faço proveito do mesmo p/ manisfestar meu apoio,e parabenizar estas maravilhosas pessoas pela iniciativa de recolher todo o lixo,e fazerem a limpeza da lagoa rodrigo de freitas no Rio,isto é um grande gesto de cidadania que deveria ser imitada por todo o pais,inclusive pelos paulistas em relação a s.paulo,obrigado Rio pelo exemplo.

  11. Ubaldo disse:

    O pessoal gay lá no Irã não pode sair do armário. Isso ajuda a conter os que se tornam gays por influência. Os que já nascem gays têm um trabalho tremendo para arrumar parceiros. Enquanto isso o Lula fornece Urânio para eles.
    O Lula faz qualquer coisa para tentar alavancar o comércio.

  12. Maga Ideológica disse:

    O movimento gay gasta dinheiro com uma faixa bem-humorada, mas, além de divertimento , alegria e busca de prazer, nada fazem para melhorar a vida do carioca. Sem homofobia, todos são cidadãos , no entanto,assusto-me com a força de alguns grupos sociais. Conseguiram até patrocínio governamental para seus delírios exibicionistas.Querem reconhecimento? Façam algo que justifique a existência! Que tal uma passeata e adesão num engajamento voluntário para retirar os meninos da rua ! Ou, quem sabe,ajudar alguns idosos abandonados. Quem já visitou asilos nos subúrbios ou Baixada Fluminense, sabe como vivem os idosos de baixa renda. Garanto que os velhinhos e/ou crianças adorariam receber carinho e ajuda.

    • Michele disse:

      Maga(?), é uma questão de moda e de interesses. Ajudar velhinhos e gente de rua não é fashion, não fica bonitinho na mídia, agora passeata ‘colorida” póde…
      Tudo que é demais é estranho, e cansa.

  13. O mais triste é você fazer um protesto que ninguém entende e que qualquer um pode ser a vítima. Bizarro.

  14. wendel disse:

    Viva o movimento GAY! É isto aí, PAZ E AMOR! Não entrem nesta de cooptação! Querem meter (no bom sentido) os gays, negros e minorias sei lá de quantos, nesta briga! Se querem brigar porque o Homem disse que não gosta de gays, não gosta de Israel, ou ainda coloca dúvidas sobre o Holocauto, o problema é dele.
    O Brasil fez e faz muito bem em não se deixar pautar, por quem quer que seja. E haja idiotice e hipocrisia!
    Só os otários é que não querem ver as manipulações!
    Será que ainda não perceberam que a disputa em ganhar nossos corações e mentes precisa de recursos mais inteligentes? Com a palavra os órgãos de inteligências !

Os comentários do texto estão encerrados.

Voltar ao topo