Publicidade

Publicidade

Arquivo da Categoria publicidade

15/04/2009 - 09:24

Publicidade deforma Ronaldo

Compartilhe: Twitter

Tem causado alguma comoção a mais recente publicidade da Brahma. Num filmete de 30 segundos, Ronaldo aparece em campo superando diferentes obstáculos. O narrador informa que são as suas contusões, os repórteres, os cartolas e os médicos. O texto, em off, ainda acrescenta: “driblou todos que não acreditaram nele”. Ronaldo, então, diz: “Mas eu sempre dei a volta por cima. É, não é fácil. Mas o que é suado tem mais sabor”. 

Seria muita pretensão querer ensinar algo aos publicitários que idealizaram essa campanha. Mas devo dizer que não entendi a mensagem. Até onde sei, o principal obstáculo que Ronaldo enfrentou em sua trajetória como atleta foi de ordem física. Sofreu contusões gravíssimas, que colocaram a sua carreira em risco em três ocasiões. Todas as lesões que o tiraram de campo ocorreram em consequência do seu próprio esforço – nenhum zagueiro jamais quebrou a sua perna.

Jornalistas ou médicos que questionaram a capacidade de o jogador voltar a atuar em alto nível não fizeram mais do que a sua obrigação. Teriam sido irresponsáveis se comungassem cegamente da vontade geral, legítima mas não fundada em bases científicas, que Ronaldo iria superar as suas dificuldades. E os cartolas? Não tenho simpatia alguma pela maioria dos dirigentes esportivos, mas o que fizeram contra Ronaldo? Não conheço nenhum episódio importante em sua carreira na qual algum cartola o tenha prejudicado seriamente.

Quem o viu chegar ao Corinthians, com dez (15?) quilos em excesso, estava errado em achar que o jogador não teria mais condições de voltar a ser o Ronaldo de antes? Ronaldo é um sobrevivente por méritos dos seus médicos, dos fisioterapeutas e do seu esforço pessoal. É realmente um guerreiro, como descreveu a campanha anterior da Brahma.

Enfim, acho que esse novo anúncio “força a mão”, como se diz, no esforço de apresentar o “herói”. Ronaldo já é suficientemente admirado, por corintianos e não corintianos. O risco do exagero é causar uma deformação na imagem – o que acontece, a meu ver, nesta publicidade.

Uma última questão: não entro aqui no mérito se um atleta deveria fazer propaganda de bebida alcoólica. Apenas acho hipocrisia levantar essa discussão neste momento. Ronaldo é garoto-propaganda da Brahma desde 1994 – e nunca ninguém reclamou. Já o argumento que o próprio jogador está usando em sua defesa não é menos hipócrita: “A Champions League é patrocinada por uma marca de cerveja”. E daí? Uma coisa é um atleta emprestar a sua credibilidade para vender um produto; outra, é um evento esportivo ter o apoio de um produto. 

PS. Antes que a torcida fanática envie comentários me ofendendo, sugiro a leitura do texto Por que gostamos tanto de Ronaldo?, no qual eu falo da alegria de ver o jogador novamente em campo. E também do texto Uma turma de ronaldianos vê o jogo na tevê do porteiro, no qual eu descrevo a emoção de assistir o gol que ele marcou contra o Palmeiras.

Crédito da foto: AFP

Autor: - Categoria(s): Esporte, publicidade, televisão Tags: , , ,
Voltar ao topo