Publicidade

Publicidade

01/03/2009 - 13:08

Muitas loiras, pouco samba no pé

Compartilhe: Twitter

Assisti o Desfile das Campeãs na noite de sábado, madrugada de domingo. Pelo que vejo na internet, perdi a principal notícia da noite – a presença de Dado Dolabella no mesmo camarote de Luana Piovani. Proibido pela Justiça de encontrar a ex-namorada, Dado passou pertinho dela, mas este repórter, desatento, apesar de também presente no camarote, não viu nada. Acredite se quiser, mas eu estava de olho na avenida, tentando acompanhar o desfile das escolas que se classificaram entre sexto (Mangueira) e primeiro (Salgueiro).

Dos desfiles que assisti, gostei muito da Mangueira e da Vila Isabel (quarto lugar), mas fiquei mal impressionado com a Grande Rio. Não que tenha achado ruim o desfile – muito pelo contrário, foi belíssimo.

O problema da Grande Rio, notório, é o perfil dos seus integrantes. Dudu Nobre já havia provocado, chamando a escola de Unidos do Projac, em função do número de estrelas globais que desfilam com as cores da Grande Rio. Chamou a minha atenção a quantidade de loiras em posição de destaque na escola: Fernanda Lima, Carol Trentini, Íris Stefanelli, Marina Mantega, entre outras que não reconheci. Algumas muito bonitas, outras nem tanto, todas com pouquíssima habilidade no quesito básico exigido para a tarefa na avenida: samba no pé.

Autor: - Categoria(s): Cultura Tags: , , , , ,
Voltar ao topo