Publicidade

Publicidade

24/07/2009 - 14:33

Socorro! O BBB9 volta a assombrar

Compartilhe: Twitter

Vou fazer uma confissão pessoal: ando atormentado por um pesadelo – o de que o “BBB9” ainda não acabou. Na tarde desta última quinta-feira, vi gritar na Internet uma notícia impressionante: “Naiá negocia posar nua na Playboy”.  Algumas horas depois, no afã de acalmar os fãs mais agitados, a revista divulgou um comunicado à imprensa: “A Playboy, ao contrário do que vem sendo noticiado, não está em negociação com a BBB Naiá.”

Mas o tormento continua. Na tarde desta sexta-feira, chegou a seguinte notícia na minha caixa postal: “Josy grava no Midas Studios”.  Abro o e-mail e lá está a boa nova: a ex-BBB está gravando um disco. A “música de trabalho”, ou seja, aquela que vai encher os nossos ouvidos, tem o criativo nome de “Fall in Love Again”. E mais: informa a sua assessoria que, “apesar de muito tempo confinada na casa do programa, a cantora não pode demonstrar alguns de seus talentos, como o de tocar piano muito bem”.

A semana já havia começado com uma bomba: Francine rompeu o namoro com Max, disse que faltava “pegada” ao rapaz e chegou à conclusão que foi usada pelo colega de confinamento durante o programa. Com gravidade, Francine denunciou: “Ele é um produto. As caretas são sempre as mesmas e isso não é à toa. Enquanto o produto vender, para que mudar?”.

O campeão do BBB respondeu: “Pra quem disse que nunca me machucaria ou me denegriria, taí. Lamento tudo isso. Dizer que eu usei para me promover? Eu ganhei o BBB mais difícil de todos, com conduta, respeito e ética!”

O que Flavio anda pensando disso tudo? Ainda não comentou a separação, mas no último fim-de-semana foi fotografado junto com Max numa festa no Morro da Urca, no Rio de Janeiro. Vamos aguardar o seu pronunciamento…

E Ana Carolina? A loirinha está envolvida no lançamento de uma revista masculina, a “Vip”, que a estampa na capa, protegendo os seios com os braços, e a legenda: “A estrela que nasceu no Big Brother 9”. Convidada a comentar a separação de Max e Francine, seus rivais no programa, ela disse: “Nunca acreditei, nunca vi amor entre eles. Eu via uma amizade, sem carinho de homem e mulher”.

Descobri que Ana Carolina está tão atrapalhada com sua carreira que não tem tempo de deixar São Paulo para visitar o pai, preso em Santa Catarina, acusado de participar de uma quadrilha que explora caça-níqueis. “Ele é inocente e está com a consciência tranquila, assim como eu”, disse ela.

A partir da semana que vem, e até o início de agosto, todos esses personagens vão ceder espaço à Priscila, cuja capa na próxima edição da “Playboy” já está sendo divulgada. A grande atração, parece, é uma foto do piercing que ela conserva em local inacessível aos simples mortais. Vai bombar, como se diz.

Para o pesadelo se completar só falta Mirla e Norberto aparecerem para assombrar. Bate na madeira.

Autor: - Categoria(s): Crônica, televisão Tags: , , , , , , , , ,
06/04/2009 - 19:06

BBB9 – Leitores apertam o crítico sobre eliminação de Ana

Compartilhe: Twitter

Ainda na madrugada, menos de uma hora depois da eliminação de Ana, comecei a receber mensagens me provocando com perguntas . “E agora, vai dizer o quê? A enquete do iG não dizia que o Max ia sair?” “E agora, não vai falar nada?”

A provocação dos leitores ocorreu em resposta a um texto publicado aqui no último dia 31 de março. Com o título “BBB9 – Globo se recusa a esclarecer dúvida sobre votação”, o post recebeu até agora 2.061 comentários – o recorde deste blog.

Para quem não está acompanhando essa novela, questionei, naquele post, pela segunda vez, a falta de transparência da Globo em relação aos números de dois paredões (Ana x Ralf e Ana x Josy), cujos resultados anunciados foram muito diferentes dos apontados pelas enquetes dos principais sites que acompanham o programa.

Deixei claro que as enquetes não têm valor científico, mas costumam ser um indicador confiável dos humores do público que assiste o BBB.

Todas as enquetes que acompanhei naqueles dois paredões apontavam vitória apertada, de um ou de outro candidato, mas em ambas as votações Ana venceu com folga – Ralf saiu com 64% e Josy perdeu com 69% dos votos.

Em resposta a questionamentos semelhantes, a emissora disse apenas que os votos são recebidos por meio de três plataformas (internet, SMS e telefone), cada uma com um peso diferente. O que significa dizer que a forma escolhida para votar pode determinar o resultado, mas o eleitor não sabe, porque nunca foi informado, qual é o peso relativo de cada voto.

No caso do paredão Ana x Max, nenhuma das enquetes que acompanhei acertou o placar. Duas, a do jornal “O Globo” (53% para Ana sair) e do portal UOL (50,3% para Ana sair), captaram a intenção da maioria dos eleitores em ver a loirinha fora da casa (ela foi eliminada com 58% dos votos). As enquetes do iG (46% para Ana sair) e do Fuxico (45,4%) apontaram tendência inversa.

Todos as enquetes, portanto, consideravam que a disputa estava apertada. O resultado final não chega a refletir isso, mas mostra que a vitória de Max não foi um passeio. Uma situação muito diferente, a meu ver, das duas que questionei anteriormente.

Observação: Como de hábito, lembro que os comentários dos leitores são muito bem-vindos. Aceito todo tipo de crítica, mas não publico ofensas.

Autor: - Categoria(s): Internet, televisão Tags: , , , , , , ,
31/03/2009 - 12:56

BBB9 – Globo se recusa a esclarecer dúvida sobre votação

Compartilhe: Twitter

Pela segunda vez neste BBB, os resultados das enquetes realizadas por diferentes sites, inclusive o iG, foram muito diferentes do placar final de um paredão. A primeira vez que isso ocorreu, na disputa entre Ana e Ralf, as enquetes apontavam uma disputa apertadíssima (com vitória de um ou de outro, dependendo do site), mas o placar oficial, anunciado pela Globo, mostrou uma vitória tranqüila de Ana.

O mesmo fenômeno repetiu-se neste domingo. Enquanto as enquetes sugeriam que a disputa estava acirrada entre Ana e Josy, o resultado final indicou novamente uma vitória folgada de Ana.

Embora as enquetes de Internet não tenham valor científico, porque indicam a preferência apenas daqueles que querem votar, e não do conjunto da população, elas têm sido um indicador confiável dos humores do público que assiste o BBB.

Por esse motivo, os dois paredões vencidos por Ana provocaram tantas reclamações, tanto nos comentários dos leitores aqui no iG e em outros sites, quanto diretamente junto à Rede Globo. A emissora, em notícia publicada nesta terça-feira pela Agência JB, não comenta os resultados das enquetes. Apenas esclarece que os votos são recebidos por três plataformas diferentes: telefone, SMS (o popular torpedo) e Internet.

Segundo a Globo, cada plataforma tem um peso diferente na contabilização dos votos, mas não revela qual é o peso de cada uma. “A ponderação dos votos é usada para garantir a representatividade estatística das três diferentes plataformas de votação”, disse a assessoria de comunicação da emissora à Agência JB. É exatamente, sem tirar nem por, a mesma resposta que a Globo deu ao site especial do iG em 17 de fevereiro.

Repito a minha opinião, que expressei na ocasião da polêmica sobre a eliminação de Ralf: “Em nome da transparência e da credibilidade do programa, seria interessante o público ser informado. Do contrário, restará a suspeita (não a primeira, diga-se) de que os resultados do BBB são manipulados.”

Autor: - Categoria(s): televisão Tags: , , , , , , , ,
Voltar ao topo