Publicidade

Publicidade

15/12/2008 - 15:13

A queda de Madonna e um tombo no interior de SP

Compartilhe: Twitter

Ver Madonna escorregar, levar um tombo, levantar-se numa boa e prosseguir o show, como se nada tivesse ocorrido, me lembra uma história deliciosa, contada nos meus tempos de “Folha” pela Renata Rangel, jornalista querida que não vejo há muito tempo.

A história se passa no interior de São Paulo, num tempo em que a elite local curtia longas temporadas na Europa e, na volta, promovia uma festa para contar as novidades e exibir as peças adquiridas na viagem.

Sala lotada, todos aguardam a presença da anfitriã, que está dando os últimos retoques, no quarto, no segundo andar da mansão. Eis que, vestindo o mais caro modelo comprado em Paris, a dona da casa começa a descer as escadas, causando suspiros de admiração nos convidados, que se viram para vê-la. Num dos últimos degraus, porém, ela escorrega e vai ao chão, numa queda espetacular. Ouve-se um “ah” coletivo, mas a madame não perde a pose. Levanta-se como se nada tivesse acontecido, ajeita o vestido e exclama:

– Cai-se tanto em Paris!

Autor: - Categoria(s): Cultura Tags: , ,
Voltar ao topo